resultados

139 resultados encontrados para ""

  • contato | Arquivo

    Vamos tomar um café? Enviar Obrigado! Mensagem enviada.

  • Arquivo convida

    Em Breve Um link para participar da nossa conversa estará disponível por aqui na data da transmissão. SOBRE O PATRIMÔNIO SEGUNDA-FEIRA 21/09/2020 16:00

  • Arquivo | 122 - São Francisco 278

    São Francisco 278 (#122) FICHA CADASTRAL ​ Existente e preservada Situação atual: 1900 Período: R. São Francisco, 278 Endereço: São Francisco Bairro: Comercial Uso atual: 476 m² Área construída: Alvenaria de tijolos Técnica construtiva: Alvenaria estrutural Sistema estrutural: Eclética Linguagem formal: HISTÓRICO E CURIOSIDADES ​ Localizado em uma das ruas mais tradicionais e antigas da cidade, a edificação de estilo eclético faz parte do conjunto de patrimônio histórico edificado da Rua São Francisco, que é constituído de 12 obras protegidas (Unidade de Interesse de Preservação - UIP) até o momento. Parte integrante do conjunto paisagístico do Setor Histórico, o edifício tem seu pavimento térreo usado para fins comerciais pelo menos desde os anos 70, década na qual começou a ser notado pelos planos de preservação do patrimônio cultural da cidade. Arquivos para download A fim de guarnecer a comunidade acadêmica e estimular sua produção, os arquivos completos com histórico, fotografias, levantamentos originais e outras produções com as devidas autorias estão disponíveis para download nos seguintes links: Histórico | Fotos | | Levantamentos Produção

  • Artigo I Seminário Patrimônio e Cidade | Curitiba | Arquivo Arquitetura

    I SEMINÁRIO PATRIMÔNIO & CIDADE | CURITIBA O caso do restauro do Palácio da Justiça do Paraná em Curitiba. Autores: Giceli Portela Cunico De Oliveira, Thalita Cristina Di Masironi Andrade

  • Arquivo | 075 - EMBAP

    Escola de Música e Belas Artes do Paraná (#075) FICHA CADASTRAL ​ Existente e abandonada Situação atual: 1926 Período: R. Emiliano Perneta, 179 Endereço: Centro Bairro: Educacional Uso anterior: Governo do Estado do Paraná Proprietário: Alvenaria de tijolos Técnica construtiva: Alvenaria autoportante Sistema estrutural: Eclética Linguagem formal: : Pamella Theodorovicz Souza e Victor Hugo de Filippis Colaboradores HISTÓRICO E CURIOSIDADES ​ A antiga sede da EMBAP, localizada na Rua Emiliano Perneta, é datada de 1926, com autoria desconhecida. Sediou o Abrigo de Menores, a Escola Profissional Feminina e a Secretaria de Educação e Cultura. Apenas em 1951 abriga de fato a EMBAP, perdurando até 1991, quando é abandonada por problemas técnicos e falta de espaço. Em 1993 a edificação é restaurada e tombada, e seu uso se estende até 2010, quando a Escola é obrigada a abandonar a edificação por sua condição precária de preservação. Ainda em 2010, recebe um projeto de restauro, que não foi executado, deixando a edificação em abandono até os dias de hoje. Arquivos para download A fim de guarnecer a comunidade acadêmica e estimular sua produção, os arquivos completos com histórico, fotografias, levantamentos originais e outras produções com as devidas autorias estão disponíveis para download nos seguintes links: Histórico | Fotos | Levantamentos | Produção

  • Arquivo | 060 - Hospital São Lucas

    Hospital São Lucas (#060) HISTÓRICO E CURIOSIDADES ​ Concluído no ano de 1948, o Hospital São Lucas foi um dos primeiros projetos do arquiteto paranaense Vilanova Artigas, sendo considerado ainda a primeira obra modernista não residencial do Paraná. Artigas aproveita do desnível do terreno para fazer uso de rampas que integram blocos distintos e possibilitam o transporte de pacientes dos centros cirúrgicos para as enfermarias e quartos. Os ambientes do hospital são pensados de acordo com a salubridade e iluminação, possibilitada pela priorização de quartos voltados para o norte bem como o uso de grandes janelas em fita, com intensa luz natural. FICHA CADASTRAL ​ Existente e preservado Situação atual: 1945 - 1948 Período: Av João Gualberto, 1943 Endereço: Juvevê Bairro: Hospital Uso atual: ​ Alvenaria de tijolos Técnica construtiva: Concreto armado Sistema estrutural: Modernista Linguagem formal: Arquivos para download A fim de guarnecer a comunidade acadêmica e estimular sua produção, os arquivos completos com histórico, fotografias, levantamentos originais e outras produções com as devidas autorias estão disponíveis para download nos seguintes links: | | | Produção Histórico Fotos Levantamentos

  • Paula Gomes | Arquivo Arquitetura

    Rua Paula Gomes Patrimônio histórico levantado na em Curitiba Rua Paula Gomes

  • Arquivo | 119 - São Francisco 184

    São Francisco 184 (#119) No fim do século XIX, chega a Curitiba o alemão Johannes Max Carl Rösner, que se casa com Maria Senff, em 1986 funda a Papelaria Popular de Max Rösner e Filhos, que pertenceu a família, até Max Rösner Neto, que gerencia o negócio até 1980, no mesmo endereço. ​ No térreo havia o comércio, e no superior a moradia da família. A Papelaria foi muito importante, servindo de gráfica para David Carneiro, e para jornais do estado. De 80-98 o barracão ficou abandonado , hoje funcionam uma lanchonete e um café no prédio. FICHA CADASTRAL ​ Existente e preservada Situação atual: 1896 Período: R. São Francisco, 184 Endereço: São Francisco Bairro: Comercial Uso atual: Max Rösner Proprietário inicial: : 600 m² Área Construída Alvenaria estrutural Sistema estrutural: Eclética Linguagem formal: Arquivos para download A fim de guarnecer a comunidade acadêmica e estimular sua produção, os arquivos completos com histórico, fotografias, levantamentos originais e outras produções com as devidas autorias estão disponíveis para download nos seguintes links: | Histórico Fotos | Levantamentos | Produção

  • Arquivo | 010 - Trajano 282

    Trajano 282 (#010) FICHA CADASTRAL ​ Existente e preservada Situação atual: Anterior à 1920 Período: Av. São José, 20 Endereço: Centro Histórico Bairro: Proprietário inicial: Família Leal 2 Número de pavimentos: 240 m² Área construída: Alvenaria de tijolos Técnica construtiva: Alvenaria autoportante Sistema estrutural: Eclética Linguagem formal: ​ Nathalia Martins, Thaylini Luz, Alexandre Chien, Pedro Scapini Colaboradores: HISTÓRICO E CURIOSIDADES ​ Sabe-se que poucos anos após 1920 o casal Maria Buschmann Leal (austríaca, nascida em 1873) e Francisco Leal (cidadão de grande influência de Piraquara-PR) compraram a casa na então Rua América, para que os filhos pudessem estudar em Curitiba. ​ Até o ano de 2017 era ocupada pelo Colégio Martinus, fundado em 1866 como “Gemeinde Schule” (Escola da Comunidade) pelo Pastor Johan Friedrich Gaertner. O Colégio Martinus já foi denominado “Escola Alemã” e também Colégio Progresso. Sua história na capital é parte da história dessa comunidade no Brasil. Arquivos para download A fim de guarnecer a comunidade acadêmica e estimular sua produção, os arquivos completos com histórico, fotografias, levantamentos originais e outras produções com as devidas autorias estão disponíveis para download nos seguintes links: | Histórico Fotos | | Levantamentos Produção

Entre em contato com a nossa equipe.

Conheça mais sobre o projeto Arquivo e contribua com o nosso acervo!

logo_utf2_editado_editado_editado_editad
  • Cinza ícone do YouTube
  • Instagram
  • Facebook

Parte do levantamento, dos dados históricos e fotográficos tomaram como base o acervo do Grupo de Pesquisa: Arquitetura, Prospecção e Memória, além de documentos fornecidos pelos proprietários, e pelas seguintes entidades: Fundação Cultural de Curitiba, Arquivo Público, IPPUC e Prefeitura Municipal de Curitiba. A produção acadêmica nas disciplinas de Patrimônio Cultural e Restauro do Curso de Arquitetura e Urbanismo da UTFPR também contribui semestralmente na composição do acervo.